Planeta registra temperaturas mais altas dos últimos 2 mil anos

Julho 31, 2019
Julho 31, 2019 Core

Enquanto boa parte da Europa sofre uma segunda onda de calor recorde em menos de um mês, três estudos diferentes analisaram dois mil anos de tendências da história climática recente do nosso planeta e concluíram que as temperaturas mundiais nunca subiram tão rapidamente quanto agora. É o que mostram dois estudos divulgados essa semana,  que usaram dados de temperatura compilados de cerca de 700 indicadores, incluindo anéis de crescimento de árvores, núcleos de gelo, sedimentos de lagos e corais, bem como termômetros modernos. Há mais de 99% de consenso científico de que os seres humanos estão causando o aquecimento global.

Até agora, pensava-se que picos e quedas dramáticos de temperatura poderiam ter ocorrido com a mesma intensidade em outros períodos históricos.

No entanto, o primeiro estudo, publicado na revista Nature, destaca que durante a “pequena era glacial” (de 1300 a 1850), apesar de ter sido registrado um frio extremo na Europa e nos Estados Unidos, não ocorreu o mesmo em todo o planeta. “Quando olhamos para o passado, encontramos fenômenos regionais, mas nenhum em todo o mundo”, explica Nathan Steiger, da Universidade de Columbia, em Nova York. “Por outro lado, atualmente, o aquecimento é global: 98% do planeta sofreu um aquecimento após a Revolução Industrial.”

 

 

""

 

, ,
× Precisa de ajuda?