Alunos coletam e trocam materiais recicláveis por ‘dinheiro’ em escolas de Ibirá

Julho 17, 2019 Core
A iniciativa de um professor da rede pública municipal está rendendo bons dividendos ambientais para os 10,9 mil habitantes de Ibirá, no interior de São Paulo. Ele idealizou uma “moeda” local que os 1.200 alunos das três escolas da cidade podem trocar por material reciclável que eles mesmos coletam em casas, comércio, ruas e praças.

O projeto foi lançado em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 06 de junho e foi idealizado pelo professor da rede municipal da cidade, Adriano Júnior.

Com o apoio da Prefeitura, o professor começou o projeto de “compra” de garrafas pet e latinhas de alumínio trazidos pelos alunos do Ensino Fundamental.

A cada 35 garrafas de 2 litros ou 35 latinhas, o estudante  recebe uma nota de IR$ 1,00 (um Ibirazinho Real). Juntando seu próprio dinheiro através do seu esforço, pode adquirir produtos expostos na “Lojinha do Ibirazinho Real”. Cada unidade escolar , montou sua lojinha,  que funciona em um dia da semana.

Os materiais recolhidos serão adquiridos pela cooperativa do município, possibilitando a reposição de produtos nas lojinhas.

No lançamento do projeto, os alunos foram informados sobre os dias de troca, os tipos de produtos que poderão encontrar nas lojinhas e os horários de funcionamento.

Na primeira etapa do projeto, apenas os alunos podem participar e o “Ibirazinho Real” só é aceito nas lojinhas das escolas. Na próxima etapa, a Secretaria Municipal de Educação e Meio Ambiente pretende buscar parcerias com o comércio local para que muitos possam receber com o “Ibirazinho Real”.

O projeto está mexendo com a cidade toda. O dinheiro só tem valor nas escolas. São notas impressas num papel diferente, com numeração e até faixa holográfica para atestar a autenticidade de cada cédula.

Desde que o projeto foi lançado no começo de 2019, a criançada vem pra aula carregada de coisas.

A cidade de Ibirá atrai turistas do Brasil inteiro por causa de suas águas medicinais.

“A cidade mudou o pensamento de separação de lixo, envolveu os pais dessa criançada, isso aí eu não esperava. Está sendo uma alegria muito grande”, diz o professor Adriano, que não esperava que um simples projeto fosse mudar a rotina de tanta gente

Além do Ibirazinho real, a garotada de todas as séries tem aulas sobre meio ambiente. Sem perceber, aos poucos, eles vão ficando mais conscientes e contagiam toda a cidade.

, , , ,
× Precisa de ajuda?